Fala galera! Meu nome é Ricardo e sou o enviado especial (disse ENviado, entendam bem!) do Vinão para postar aqui no Morando Sozinho. Como sabemos, ele está com frescura problemas pessoais e esse blog precisa de um agito! Não serei eu que farei isso, então preciso de vocês!

Bom, eu moro em Jaú e trabalho com o Vinão há uns 2 anos e meio, mas conheço ele há muito mais tempo. Moro sozinho há quase 6 meses e com certeza essa é uma ótima experiência de vida!

Deixando isso de lado, hoje o Vinão foi almoçar lá em casa, e como faz tempo que a gente ta querendo comer uma feijoada (“feijuca” como diria o Paulão da Velhas Virgens) resolvi experimentar uma alternativa interessante para a hora desse tipo de aperto (sem mãe disponível para cozinhar, acaba complicando.. ainda mais pra fazer uma feijuca pra 2 pessoas.. não compensa!). Resolvi comprar a Feijoada da Panco. A pergunta que vocês estão se fazendo, eu também me fiz e até o Sílvio Santos fez: Hum… Será que é bom?!?!

Hum... a aparência da feijoada na embalagem é boa... e a de dentro?

Hum... a aparência da feijoada na embalagem é boa... e a de dentro?

Levei o pacote para casa e li as instruções: colocar o pacote em água fervente por 7 minutos. Fácil assim! É só esquentar.. o produto vem em um tipo de “bolsa prateada”, que se aquece ao entrar em contato com a água fervente e esquenta o alimento. Não sei descrever muito bem o tipo de material, mas isso aqui não é blog de nerd! Portanto vamos nos concentrar no intuito do blog: se virar da melhor maneira possível morando sozinho!

Pois bem, enquanto a feijuca aquecia na panela com água, eu fiz o arroz e o Vinão chegava com o torresmo. Quer coisa melhor? Feijoada com arroz branco e torresmo!

Por via das dúvidas, deixei a “mistureba” fervendo por 10 minutos, vai que não esquenta? E ficava imaginando qual seria a minha surpresa ao abrir o pacote de feijoada. Já estava esperando aquela comida pronta com “farelos de lingüiça” e 2 míseros pedaços de carne seca que você nem enxerga direito.

Ao abrir o pacote, tive uma boa surpresa: não era tão fraquinho assim! Claro, não é igual a feijoada de nossa digníssima mãe, mas pra matar a vontade de uma feijuca até que serve. E o gosto é bom! Tá aprovada! Bom, em partes….

Não chega a ser decepcionante, pois eu sou pessimista e esperava algo pior!

Não chega a ser decepcionante, pois eu sou pessimista e esperava algo pior!

Colocando na ponta do lápis vamos aos comentários sobre o produto:

  • Achei um pouco caro – R$ 6,99 por um pacote de feijoada de 300 gr. Mas pesquisando por aí, o kilo da feijoada sai por uns R$ 24,00… no final das contas ficaria tudo na mesma, se o paio, a carne seca e o “sei lá o que tem aí” fosse em maior quantidade.
  • Uma coisa que todos sabem, mas que é bom reforçar: nunca compre nada achando que a foto da embalagem é igual ao produto de dentro. E como você pode ver pelas fotos, com essa feijoada não é diferente. De certa forma é propaganda enganosa, então se você se sentir prejudicado, processe todos eles! TODOS!!!
  • Como já disse acima, tem um gosto bom! Não é aquele tipo de produto cheio de sal e condimentado, e também não é aguado.
A pratada...

A pratada...

Bom, se você quiser experimentar o produto, recomendo! Mas não espere muita coisa dele…

PS: Meu tempo tá curto, então infelizmente não vou responder os comentários como o Vinão sempre faz. E também não vou postar aqui sempre (para a sorte de vocês talvez nunca mais!).

Até mais! beba com moderação… use camisinha… respeite o próximo… juízo… e todo tipo de conselho que as tia véia dá!

Aquele abraço!

Ricardo Campos
Boêmio, publicitário quase formado e jogador de cancha aos domingos! (bocha é coisa pra fracos!)
E-mail: kadocampos@hotmail.com