Uma breve crônica sobre a nobre arte de morar sozinho.

O Texto foi adaptado por Bruno de Oliveira mas pertence a um ator desconhecido.

Se alguém souber o nome do autor, por favor deixe nos comentários.