INICIO      QUEM SOMOS      FACEBOOK      BAR DO MORANDO SOZINHO      CONTATO / ANUNCIE

Ultimos artigos:
Empresa cria robô que dobra roupa lavada
Tudo pelo dobro do preço: Dicas para não se dar mal na Black Friday Brasil 2016
Cursos online ajudam a quem mora sozinho
Por que escolher a Zona Norte para morar?
5 Camisetas masculinas iradas para usar no dia a dia

Ex pra quê?
Quando escrevi um post sobre como nos livrarmos das tranqueiras do nosso dia-a-dia (veja aqui) , uma leitora, a Bianca, sugeriu que fizéssemos um que desse dicas do que fazer com as coisas que ganhamos dos nossos ‘ex’.

[caption id="" align="alignnone" width="400" caption="Ex... pra quê?"]Ex... pra quê?[/caption]

Ex’ pode se enquadrar em diversas categorias: ex-namorado(a), ex-amante, ex-ficante.
Qualquer que seja a categoria do seu ex, a palavra ‘ex’ já diz tudo: passado, finito, acabado.

Então, pra que ficar guardando lembranças de algo que já se foi? Além do mais, isso pode render várias brigas com o (a) atual. Tem gente ciumenta por aí que Deus me livre.

Claro, existem vários tipos de lembranças:

- Papéis: podem ser cartas, cartões, bilhetes, fotos... Junte tudo e, por mais ecologicamente incorreto que isso possa parecer, queime ou jogue no lixo. Eu acho que em alguns casos, queimar é quase um ritual. Você está dizendo adeus pra tudo aquilo que já se passou e não quer que volte mais.

- Objetos de uso pessoal: roupas, sapatos, bijuterias. Se você não for do tipo que chora toda vez que olha pra peça, pode continuar usando normalmente. Se seu atual for do tipo ciumento, é só não contar pra ele de quem você ganhou, afinal, se não significa nada pra você, pra que dramatizar? Agora, se você fica sentimental toda vez que olha praquela camiseta dentro da sua gaveta, ora, é só doar pra quem precisa.

- Jóias: só alguém com problema mental vai jogar fora ou doar aquele anel de brilhantes que ganhou no aniversário de namoro ou casamento. Se ta doendo olhar pra ele, VENDA!

- Bichos de pelúcia e afins: esse item ta mais fácil ainda! Doe pra um orfanato ou uma creche, olha que coisa legal, além de você desentulhar sua casinha, vai fazer uma criança feliz!

Quase todo mundo tem ou terá um ex na sua vida. Alguns relacionamentos são de fato muito longos, ou muito intensos, e às vezes é difícil a gente se desfazer das lembranças. Mas, pra que ficar entulhando nosso cantinho (que na maioria dos casos de quem mora sozinho já é bem apertado) com coisas do passado?

Quem vive de passado é museu!! Bola pra frente que a fila tem que andar!
Deixe seu comentário:
Comentários mais antigos:
Walter K. comentou em 02/03/2011 às 18:32 hs
Eu não tenho ex. Comofaço?

kkkkk
Fernanda comentou em 02/03/2011 às 18:39 hs
hahaha nossa, discordo quase que completamente! Tenho muitas cartas guardadas, e não só de ex-namorados, mas de amigos, primos, penpals... e acho demais! amo cartas, é revisitar algo que foi bacana, dá uma sensação boa ler, olhar o papel amarelando...
acho que só se deve se desfazer do que SE INCOMODA, do que traz más lembranças, aí sim. Mas todo mundo tem passado, acho patético quem tem ciúme de um ex-namorado de 10 anos atrás... muita infantilidade! Eu me nego a me desfazer de boas lembranças por ciúme de alguém que, um dia, tb pode se tornar um EX!
Leika comentou em 02/03/2011 às 19:47 hs
Resumindo: Chocolate é o melhor presente! Come na hora e não precisa ficar guardando! :D
Bruna comentou em 03/03/2011 às 01:21 hs
Kkkkkkkkkk ..
Adoro ler este site/blog, é o melhor ..!
Eu não me apego a essas coisas, jogo fora mesmo ..
Ainda mais quando o relacionamento foi "dificil" ..
Arine-chan comentou em 03/03/2011 às 08:52 hs
Hhauhauhauh, concordo plenamente!
Vinicius comentou em 03/03/2011 às 11:19 hs
Arruma uma namorada..
e larga dela em seguida... ;)
Vinicius comentou em 03/03/2011 às 11:22 hs
Eu me apego viu é dificl se desfazer ... acabo deixando lá...
Fernando "Big" comentou em 03/03/2011 às 11:34 hs
Eu sofri muito por causa disso mas acabei me livrando de tudo que me fazia me lembrar da ex... na hora doeu... mas com o tempo acabamos descobrindo que é a melhor solução. Conforme envelhecemos acabamos nos tornando mais fortes em algumas coisas e sensíveis em outras... mas eu concordo... quem vive de passado é museu! E bola para frente... rs!
Caloã comentou em 03/03/2011 às 12:06 hs
Bom, eu também discordo de quase tudo.
Guardo como lembranças. Principalmente as cartas. Imagina daqui há 20 anos eu lendo uma carta de uma ex. Nem vou mais me lembrar dos momentos difíceis.

Concordo quando disseram num comentário anterior que jamais me livraria das coisas só porque uma namorada atual tem ciumes. Ela que se morda de ciumes. A história é minha e ela, se quiser namorar, tem que pegar o pacote completo.

Nunca joguei nada fora. Nenhum presente e nenhuma cartinha. Bichos de pelúcia, roupas e tudo mais está tudo guardadinho de forma que não se estrague.

Se um dia ficou algum rancor, o tempo vai curar e eu vou ter me arrependido de ter jogado as coisas fora.

Então, minha opinião: guarde tudo. Use o que for de usar. Se ainda dói demais olhar para os objetos, guarde. Um dia você não via sentir nada ao olhar ou então se lembrará apenas das coisas boas.

Abraços.
Caloã comentou em 03/03/2011 às 12:12 hs
ah, esqueci de dizer: vc deve ser muito ciumenta. :P

Quer dizer, não encontrei ainda mulher que não seja muito ciumenta. Discodo da existência delas!!
Vinicius comentou em 03/03/2011 às 16:43 hs
Eu acho que a Arine vai te pegar pelo pescoço..
rs
Vinicius comentou em 03/03/2011 às 16:44 hs
É foda jogar as coisas foras assim.. acho que só faz isso quem já tem certeza que não tem volta..
Arine-chan comentou em 04/03/2011 às 08:48 hs
Huahuahuauauh! Se eu soubesse onde o pescoço dele se encontra nesse momento, com certeza eu pegaria! Brincadeirinha!!
Arine-chan comentou em 04/03/2011 às 15:39 hs
Vini, vc tem é preguiça de jogar as coisas fora, fala a verdade... rs...
Gibran comentou em 07/03/2011 às 19:34 hs
Tem pelo o menos um ano que conheci seu site Vinicios... Deixo para pensar outra hora... pensar por que somente agora surtiu um comentário da minha parte.
" Pode ser por conta do meu estado de espirito pertinente a tal, pode ser por ter achado o post intrigante e (ou) por ter tangencia com minha história." Olha eu pensando... parei!

Seu blog é interressante, visito-o esporadicamente e o nome do mesmo está dentro da minha realidade até o momento. Sempre tem um primeira vez, no caso aqui é de um comentário.

Eu tenho uma carta de varias folhas contendo uma história contada em detalhes do que vivi com uma penssoa. Foram cinco anos que sonhei estabelecer companheirismo para o restante da minha vida com essa mulher. Mas a carta é de um "período", meses, episódios de um ou deis anos. Nesse instante carta está molhada pois, em uma arrumação para tirar as teias de aranha da casa, coloquei o envelope contendo a carta dentro de uma sacola de papel (dessas de loja de roupa) e deixei no quinta. Lá ficou, esqueci dela durante um tempo e agora com este post ouve a recordação, porem como é época das chuvas, elá esta toda molhada e a previsão de chuva é para semana inteira ( sou de BH). Agora o que eu faço, deixo a carta lá, espero secar, depois ateio fogo ?

Você pode ficar a vontade, más não precisa se dar ao trabalho de responder, o critério é seu. A postagem já serviu de inspiração para mim.

Parabéns pelo blog.
Abraço e sucesso!
Arine-chan comentou em 09/03/2011 às 14:06 hs
Se a carta está na chuva é sinal de que você já deve ter desencanado né? E se tá chovendo tanto, é capaz da carta já ter derretido...
Gibran comentou em 10/03/2011 às 08:58 hs
Arine-chan, não vejo mais razão para a exitencia dessa carta, pois essa pessoa e a vivencia que eu tive ela configura parte da minha memória e da minha história. Esses registros não se apagam com chuva nem com fogo.

Obrigado e felicidades!
Marcinha comentou em 21/03/2011 às 13:48 hs
Gente,

ADOREI O SITE!
To voltando a morar sozinha e simmmm fiquei nervosa novamente!!!
Existe algum jeito de organizar as finanças, pq incrível, por mais planilhas no excel que eu faça, parece que sempre sobra alguma semana do mês sem dinheiro.... MÁGICO!!

To adorando todas as dicas..

Beijos
Arcana comentou em 27/03/2011 às 23:31 hs
Geente, alguém aceita doação de bichinhos de pelúcia :)
Lucas comentou em 29/03/2011 às 10:13 hs
Pra mim, se você joga tudo fora, é porque você nunca amou seu ex.
Só acho justificável esse hábito de jogar a pessoa fora (sim, esse post tá falando mais sobre jogar ALGUÉM fora da sua vida do que meros objetos) se rolou uma filhadaputagem muito pesada.

De resto, pra mim, ou não era amor ou você é infantil.
Arine-chan comentou em 01/04/2011 às 15:19 hs
Bom Lucas, cada um tem a sua opinião, e eu respeito isso. Se eu não quero atulhar minha casa com coisas que para mim já não tem tanto significado, aí já é problema meu, né! Além do mais, se você soubesse o tamanho do meu apto, não ia me julgar tão rapido assim, hauhahahu!
Samantha comentou em 03/04/2011 às 22:45 hs
Oi, gente!

Em primeiro lugar, gostaria de parabenizá-los pelo site. Ainda não realizei o seonho de sair da casa dos meus pais, mas espero dar esse passo em breve e vocês estão me ajudando a ter algumas idéias :D

Me identifiquei muito com esse post, pois há algumas semanas me livrei de uma caixa inteira com lembranças do meu ex. É incrível a quantidade de coisas que conseguimos juntar ao longo de um relacionamento e eu, após três anos de namoro, tinha uma caixa repleta de cartas, cartões e fotos. Minha intenção era guardar tudo, afinal, foi uma época feliz e eu pensava em poder olhar para tudo aquilo com muito carinho daqui a alguns anos. Eu não tinha coragem de me desfazer de tudo aquilo, doía só de pensar.

Mas eu também não tinha mais coragem de abri-la. Não toquei mais nela, evitava até olhar, mas ela ficava no fundo de uma gaveta e, todas as vezes em que mexia lá, me deparava com a tal caixa. Era como um caixão esperando para ser enterrado. Imagino que quando um relacionamento termina numa boa seja mais fácil lidar com essas lembranças, mas o meu término foi muito complicado e aquela simples caixinha trazia à tona todas as coisas ruins que aconteceram.

Então, numa tarde qualquer, decidi que era hora de acabar com tudo aquilo. Peguei uma lata vazia de tinta e despejei tudo dentro (inclusive a caixa), sem nem olhar muito. Peguei a garrafa de álcool, dois palitos de fósforo e puf... em poucos minutos não restava mais nada. Foi a primeira vez em que coloquei fogo em algo e preciso dizer que a sensação foi muito boa!!! Agora, além de não me deparar mais com aquele "mini caixão" cheio de sentimentos fantasmas, também consegui um espaço extra no meu armário :)
Eduardo Carvalho comentou em 03/04/2011 às 23:45 hs
POW PARABÉNSSS..MUITO BOM SEU BLOG...MUITO BOM MSM!
Arine-chan comentou em 06/04/2011 às 09:12 hs
eeeeh, parabens samantha!!!
Vinicius comentou em 15/04/2011 às 09:10 hs
Valeu edu volte sempre ai !!
thauana lopes comentou em 20/05/2011 às 18:30 hs
bom... as coisas que meu ex me deu foi tudo jogado fora, me arrependo de algo que eu tenha me desfeito ,sabe, guarda como recordaçao...
mas tudo bem....
acho que a melhor lembrança fica na memoria.
e a proxima coisa que quero me desfazer é meu atual.
Henrique comentou em 10/06/2011 às 09:10 hs
Ai Vinicius, descobri seu blog por acaso, estou indo morar sozinho em outro estado, e estava com curiosidades, mas aqui só tem dicas ninjas. ahhahaa
e umas dicas mcgyver tambêm de como resolver pequenas problemas diários com gambiarras.
Valeu ai parceiro.
Iara comentou em 20/06/2011 às 20:10 hs
Acho ótimo tudo isso, mas como meu último relacionamento foi muito intenso e ainda rola uma química entre agente, preferi por devolver tudo pra ele, por mais que tenha doído
Camila comentou em 21/06/2011 às 21:05 hs
Primeiramente, parabéns pelo blog. Muito bom!!! A muito tempo não ria tanto lendo alguma coisa.

De todas as dicas escritas no post, acho que a única que não fiz foi a das cartas, mas achei a idéia tão boa que nesse feriado quando for pra casa da minha família eu vou pegar minhas duas caixas de "lembranças"e fazer uma boa fogueira junina.
Thiago Ferreira Camillo comentou em 09/07/2011 às 11:17 hs
Oi Amigo,

Adorei seu site, bicho...

Vendo essa matéria achei bom te dar um toque... Podes colocar, para fechar com chave de ouro, o poema "Eu hoje joguei tanta coisa fora..." do Drummond...

Tem um verso em especial:

"É hoje o dia da faxina mental...
joga fora tudo que te prende ao passado...
ao mundinho de coisas tristes...
fotos, peças de roupa, papel de bala,
ingressos de cinema, bilhetes de viagens...
e toda aquela tranqueira que guardamos quando nos julgamos apaixonados...

Jogue tudo fora...
mas principalmente...
esvazie seu coração..
fique pronto para a vida...
para um novo amor..."

Abraço!
Vinicius comentou em 16/07/2011 às 00:41 hs
hahah muito bom mesmo....
Vinicius comentou em 16/07/2011 às 00:50 hs
hahah fogueira junina...?
Cuidado pra não fazer xixi na cama..
Vinicius comentou em 16/07/2011 às 00:50 hs
Melhor Lara... deixa que ele administre as lembraças do passado pra você rsrs
Vinicius comentou em 16/07/2011 às 00:52 hs
Precisamos melhorar viu rsrs
Marina França comentou em 12/07/2012 às 22:42 hs
Gostaria de mandar essa mensagem pro Thiago Ferreira Camillo...desculpa te incomodar.. Mais, estou atras de uma pessoa, chamada Thiago Ferreira Camillo... rsrs...que morou em BH no bairro cidade nova por volta do ano de 2000 - 2001.. Seria você?? Tinha o apelido de PAULISTA... Se for, e puder entrar em contato comigo.. francamoreno@yahoo.com.br. Me chamo Marina França Moreno, não sei se você vai se lembrar de mim...espero que sim!!!!!!!!!!
Blog Morando Sozinho - Por Vinicius de Oliveira - Desde 2007