E ai pessoal espero que vocês estejam gostando dos posts dos meus amigos. Estou pedindo pra eles atualizarem por aqui enquanto eu não posso voltar a ativa totalmente. Mas hoje vou contar pra vocês uma historia de como eu conheci uma ex-namorada.

Escrevi esse texto pra participar da promoção da L’acqua di Fiori, pois como estou solteiro não vou ganhar presente de dia dos namorados :/
Quem sabe eu não ganho o kit da L’acqua di Fiori.

Uma vez conheci uma menina que modéstia a parte era muito bonita. Éramos aquele casal que todo mundo fala “O que um cara tão feio faz com uma menina tão bonita”. ¬¬

Uma vez a gente inventou de ir ao cinema, é claro que eu não lembro o nome do filme, mas era de terror e eu sou meio cagão pra essas coisas… Não curto filmes de terror… E nesse filme tinha um mostro, um espírito sei lá de quem que aparecia todos os dias às três horas da manha em ponto.

Daí que essa minha namorada começou a me ligar todos os dias às 3 horas da madrugada. Pow eu moro sozinho e essa desgraçada (que ainda por cima era palmeirense) além de me acordar ainda me dava um puta susto… E eu demorava pra conseguir dormir novamente.

Além de ser cagão, eu ainda sou meio desligado… Depois de uns dois meses fiquei sabendo que ela era espírita. (Ela jurava que tinha me falado isso logo quando me conheceu) mas enfim ela começou a vir com uns papos que via uns espíritos.. E que alguns deles vinham conversar com ela.

E eu comecei a ficar encanado…
E ela continuava me ligando as três da manha…

Até que um dia eu cheguei nela e falei:
Vinicius:Por favor fulana não toca mais nesse assunto de fantasma … não fala mais de filme de terror… e muito menos do seu time” (já falei que ela era palmeirense?)

A gente estava na sala da minha casa quando fiz esse pedido a ela.. E sabem qual foi a resposta dela?

Fulana:Ahn vini pode ficar tranqüilo… quem tem medo não percebe a presença deles… os espíritos só mandam mensagens pra quem tem o dom de interpretar corretamente o que eles querem passar, e além do mais aqui na sua casa eu reparei a primeira vez que eu entrei que blá blá blá blá...”

Nessa parte do bla blá blá eu não entendia mais nada.. Devo ter ficado branco.. vermelho… amarelo… e desviei totalmente meu pensamento com medo de ouvir ela falando que os espíritos da minha casa eram bonzinhos, ou eram malvados (ou era o elvis hehe)….

Esperei ela acabar o blá blá blá dela.. e simplesmente respondi:

Vinicius:Tá bom fulana….. (silencio de 3 segundos) então vamos sair e comer uma pizza ?

Saímos… Comemos a pizza… E levei ela pra casa dela…
E depois desse dia nunca mais liguei pra ela e nem atendi os telefonemas…

Então meninas se vocês não querem perder o namorado sigam meu conselho: Não falem que vocês vêem espíritos, muito menos que vocês torcem pro palmeiras… :p

E vocês já tiveram alguma história inusitada conhecendo algum namorado ou namorada?
Conta ai nos comentários… e depois vão lá no site da L’acqua di Fiori (http://www.lacquadifiori.com.br) e enviem suas histórias eles vão dar um kit L’acqua di Fiori. pras três melhores histórias…

Se você for solteira e ganhar pode dividir comigo o prêmio se quiser 🙂
Fiquei sabendo pelo twitter.

Este é um post post publieditorial..