Praticamente toda semana recebemos no Facebook perguntas de como é morar em uma república.

Já fiz alguns posts falando disso aqui e aqui.

O fato é que morar em república pode ser uma experiência única e divertida, mas antes de pensar em escolher um lugar você precisa saber se você vai morar sozinho mesmo ou em republica ou morando com o namorada (o).

Vocês podem não considerar essas categorias como “morar sozinho” mas pra mim só o fato de você arcar com as despesas e estar longe dos pais já inclui no patamar dos que moram sozinho.

Repúblicas Masculinas x Femininas

Uma coisa que sempre reparei é que geralmente os homens não se dão bem dividindo o quarto, por isso a maioria das repúblicas masculinas consumam ser em casas grandes assim cada morador tem o seu próprio quarto

Já a maioria das republicas femininas que conheci as habitantes não tem muito problemas em dividir o quarto. (Ou tem? deixem nos comentários)

Outra diferença é que nas republicas masculinas geralmente possuem um empregada que vai toda semana limpar a casa e algumas vezes também pode fazer outros serviços como lavar as roupas e até a comida! Já na republica feminina elas ficam encarregadas de fazerem esse serviço.

Já as republicas mistas são mais difíceis de darem certo. O perfil do homem é de ser bagunceiro! Já a mulher por mais organizada que seja geralmente deixa uma bagunça no banheiro, enquanto o homem vai deixar a tampa da privada levantada, e até hoje ninguém sabe o motivo, mas isso irrita muito as mulheres.

Dica para escolher sua república

Antes de escolher sua republica procure conhecer o perfil dela, para saber se você vai se adaptar, algumas reps são mais festeiras e badaladas, outras possuem regras e horários mais rígidos.

Tente conhecer todos os indivíduos que habitam sua nova rep.. Uma vez um amigo meu entrou em uma república e colocaram ele para dividir o quarto com um homosexual.. claro que ele demorou pra perceber e o constrangimento rolou solto!

Uma outra dica importante é conversar com os vizinhos da republica sobre como é a vida dos moradores e a convivência com o bairro.

E vocês tem mais alguma dica? Deixem nos comentários.