Archive for setembro, 2010

Dicas culturais: o que fazer em Jaú SP

Neste artigo: o que fazer em Jaú (Capital do calçado Feminino)

Aqui em Jaú ou você bebe ou você vai pra balada. A vida cultural em Jaú tem uma ampla opção de escolha, que chama públicos de todas as idades e de todos os gostos musicais: Pode-se ouvir desde um caipinha até um som emo. O principal gosto musical é o rock representados por 93 bandas covers e sem sucesso, veja abaixo alguma das opções para sua diversão:

Lual dos Emos
Geralmente realizado na praça do museu ou no PArque do Rio Jaú todos os sábados, o luau conta com jauenses e barrabonitenses emos que se juntam para beber, cantar NX Zero, cheirar pó e subaco alheio, chorar e fumar narguile com essência de cereja.

Cemitério
O cimetério de Jaú também é uma boa opção para o seu lazer, Uma turma da cidade vem organizados periódicamente passeios noturnos acompanhados por um historiador que fica contando a historia dos ex-moradores da cidade e de seus tumulos.O

O cemitério já se encontra com a capacidade esgotada, ou seja, em Jaú você se tornar imortal.
É que pela falta de espaço no cemitério, vai ser proibido morrer. E ai de quem descumprir!

Bar do Português
O Point do sábado a tarde. Lá você encontra empresários falidos com suas motos grandes e barulhentas que ficam andando entre as mesas vestidos com suas roupas de motoqueiros.

Se você precisa ser visto, não deixe de ir. Vá lá e fique na calçada mesmo, na rua, é de graça, você não consome porra nenhuma e tá dando pinta num lugar legal. Vai ter um MONTE de gente igual a você fazendo isso, sem constrangimento (Inclusive os motoqueiros cinquentão).

OBS. Desconfie se um guardador de carro na porta estiver oferecendo vales-chopp pela metade do preço: podem ser falsos!

Avenida atrás do shopping:
Um lugar onde todo mundo fica parado, com cara de bobo, vendo os outros carros. Ali acontece um festival de quem tem os altofalantes do carro mais rachados, escapamento de moto mais estourado e namorada com mais pneus/estrias/celulite.

Santo e General Bar
Apesar dos moradores jurarem que Jaú é a cidade do Rock, esses são os dois unicos estabelecimentos que tem esse estilo musical, e isso porque pertecem ao mesmo dono.

Lotus, Banawá, Villa Country e Montana
O lugar do sertanejo universitário, Se você gosta de fila, bebida quente e gente se esfregando esse é o seu lugar.

Cervejaria 682 + Moça Bonita
Uma casa noturna cheia de peripécias de donos das casas de diversão, você nunca sabe se lá toca sertanejo ou pop rock a diversidade musical também é a mesma do publico que frequenta.

Inspirado em: http://desciclopedia.org/wiki/Jaú

Sem categoria Vinicius de Oliveira 27 set 2010 Nenhum comentário

Técnicas para lavar louça

A parte ruim de morar sozinho é que sempre é sua vez de lavar a louça.

A parte ruim de morar sozinho é que sempre é sua vez de lavar a louça.

A não ser que você tenha uma empregada mais cedo ou mais tarde vai precisar lavar louças. Mesmo que você não faça comida na sua casa, pelo menos um copo de leite ou um prato você vai sujar em algum momento.
Para essas pessoas eu recomendo só lavar o que for usar. Geralmente nesses casos sua pia não fica tão assustadora.

Agora se você é como eu (e eu como você)… só lava a louça quando acabam os pratos, sua pia deve estar nesse momento com a aparência da foto acima.
Então vamos as dicas para tornar essa tarefa menos árdua:

Preparação:

1. Solta o som DJ:
Ligue uma musica pra você ir cantando enquanto lava a louça, não recomendo ligar a TV porque você acaba se distraindo e alguns itens podem não ser tão bem lavados… imagina a cara da sua visita…

2. Separe os bois pretos dos bois brancos:
Separe pratos de talheres, de copos e panelas.

3. O noivo pra lá e todo mundo pra cá…:
Coloque os pratos e os talheres dentro da pia, Deixe as panelas e bacias em um canto pois essas serão as últimos a serem lavados.

Começa o jogo:

1. Copos: Começamos lavando os copos em partes, sempre com a torneira fechada, depois que juntar uma quantidade de copos abra a torneira e enxágüe. Vá fazendo esse procedimento até acabar com os copos.

2. Talheres: Depois dos copos é a vez dos talheres, faça o mesmo procedimento dos copos.

3. Pratos: É a vez dos pratos, nessa hora você vai precisar limpar sua bucha com mais freqüência pois os pratos geralmente já tem alguma gordura.

4. Panelas: A parte mais chata além de lavar as panelas algumas ainda precisa de uma esponja de aço para não deixar a panela manchada.

Dicas finais:

– Se você seguir essa ordem acima provavelmente sua tarefa de lavar louças será menos árdua e mais eficiente. O segredo está em lavar primeiro os itens que tem menos gordura, enquanto você vai lavando os copos a própria água que cai já vai retirando um pouco da gordura dos pratos e talheres.

– Enquanto esfrega a louça deixe sua torneira fechada e economize água.

– Para arear panelas você pode usar uma pasta de brilho que vende em qualquer mercado ou se preferir comece a usar panelas de vidro para evitar essa tarefa.

– Ainda sobre as panelas você pode encher elas com água após o uso assim a sujeira mais grossa vai ser removida mais facilmente.

– Retire todos os restos de comidas dos pratos e panelas antes de começar a lavar as louças e use um protetor de ralo de pia que é encontrado em qualquer loja de 1,99. Infelizmente a técnica do surf só funciona para privadas.

– Mundo de plástico: Se você não se preocupa com a natureza pode usar talheres, pratos e copos de plástico. (a natureza não agradece a sua falta de preguiça).

E vocês ? tem mais alguma dica pra essa tarefa tão legal? Deixem nos comentários:

Sem categoria Vinicius de Oliveira 14 set 2010 95 Comments