Archive for maio, 2010

5 Dicas para sobreviver na “pindura” de morar sozinho

A hora de morar sozinho sempre chega e, geralmente para os novatos, é inacreditável a capacidade de sumiço da grana: tudo precisa de conserto, sempre tem alguma coisa faltando, uma conta que não veio programada ou o valor do mercado que não fecha direito na ponta do lápis.

No final tudo sempre dá certo, mas ser dono do próprio nariz tem seus macetes.
No final tudo sempre dá certo, mas ser dono do próprio nariz tem seus macetes.

Mas vamos dar cinco importantes dicas para não se perder na hora de fincar a bandeira da liberdade na sua sala de estar:

1 – Sozinho pra quê?
Morar sozinho não significa ser a única pessoa na casa. Você pode ter um amigo ou dois com a mesma idéia na cabeça e, nessas horas, nada melhor do que dividir o apê com alguém que já te conhece e que você gosta.
É sempre melhor compartilhar, principalmente contas!

2 – Saúde.
Ficou doentinho? Pois é, agora não tem para onde correr: o problema é contigo. Agora você é responsável pela própria saúde. Uma opção para não ter que gastar uma fortuna em consultas médicas em consultas particulares é contratar um plano de saúde. Como você mora sozinho, pode contratar um plano individual e simples, apenas para ter a cobertura necessária em algum caso importante. Na ponta do lápis, você acaba economizando muito mais com uma assinatura de plano do que tendo que ir num médico sempre que acontecer algo.

3 – Menos é mais.Claro que nós adoramos as regalias da sociedade moderna. Uma série de adventos que podem facilitar a nossa vida, mas acabam complicando nosso bolso. Uma cafeteira, por exemplo, pode facilitar a hora do café… Mas com um pouco mais de tempo gasto, você economiza um bom dinheiro e ainda pode provar pra quem mora com você sua técnica hiper-apurada na hora de preparar o cafezinho de todo dia.

4 – O aluguel.
Recomenda-se que você utilize 1/4 do seu salário com o aluguel. (Quando eu morava de aluguel era 1/3).
No final das contas, o que sobrar disso é o que irá determinar o resto de seu mês.

5 – Ame seu lar.
Afinal de contas, é pra ele que você voltará toda noite (ou madrugada, ou dia!). Agora, mais do que um lugar pra dormir, você tem seu próprio canto. Um lugar que fará parte da sua vida, que trará histórias para contar e que, mais do que tudo, é o espelho da sua personalidade.

Sem categoria Vinicius de Oliveira 28 maio 2010 Nenhum comentário

Cinema: Sozinho ou acompanhado?

Geralmente quem mora sozinho tem hábitos estranhos… Anda pela rua falando sozinho, conversa com os objetos da casa… entre um monte de outras coisas que já falamos aqui no blog…

A relação morar sozinho e ir no cinema...

A relação morar sozinho e ir no cinema...

Quem mora sozinho também tem o habito de assistir muitos filmes principalmente pra matar o tempo e não sentir muito a solidão, mas geralmente assistimos em casa, eu sempre evitei ao maximo ir no cinema sozinho até passar por essa situação que vou contar hoje:

Eu sempre ia no cinema, mas sempre acompanhado por algum amigo ou amiga. Como eu não namorava na época eram sempre pessoas diferentes.

O Careca


Um dia percebi que sempre que lançava um filme novo tinha um careca que ia sozinho no cinema. Todos os filmes ele estava lá, na mesma poltrona, e sempre sozinho

Então comecei a pensar:

– Pow esse careca deve ser viado… ou muito chato pra não ter amigos nem pra vir no cinema com ele.

O fato é que com o tempo eu fui ficando com remorso de ir no cinema, cada vez meus amigos armavam alguma cagada diferente… Dá até pra listar os tipos de “Companhias para cinema”:

A faladeira:

É aquela sua amiga que fala o filme todo… Esse tipo de pessoa (na maioria das vezes do sexo feminino) costuma se justificar da seguinte forma:
– Eu preciso de alguém pra comentar!! Nunca viria no cinema sozinha…
Fato que na maioria das vezes os comentários dela nunca são sobre o filme

O (a) que não entende o filme:

Ela (ou ele) não fala o filme todo mas quase nunca entende o enredo e de vez em quando solta umas perguntas cabeludas que atrapalham você também a entender o filme.

O (a) Surdo(a):

É aquele que não consegue ouvir o que os atores falam ou que não conseguem ler as legendas no tempo certo:
Ele(a) – O que ele disse mesmo ?
Restante do cinema – Shhhhiuuu

O (a) que dorme:

Tem aqueles amigos que costumam dormir no cinema .. já dei a sorte de pegar uma menina que além de dormir ainda babou e roncou… (eu devo ser uma bela companhia pra ela né)

O (a) Briguento(a) que fala alto:

Ele(a) – Esses avisos ai de não poder derrubar pipoca no cinema é um absurdo, e o celular acha que vou desligar e se alguém precisar falar comigo…
Você – Shiuuuuu
Ele(a) – Porque não posso falar alto? Quem quiser silencio que alugue o DVD e vá assistir em casa…

O trio.. o Quarteto… e etc:

Quando você decide ir no cinema em mais de duas pessoas o bicho pega. Existe uma cadeira de distancia a cada duas pessoas e a chance de saírem piadinhas durante o filme e as outras pessoas ficarem bravas com vocês é grande..

Bom depois de lidar com todos esses tipos de “Companhias para cinema ” um dia resolvi que iria no cinema sozinho… estava passando um filme que tinha acabado de lançar e eu queria assistir. Mas uma coisa me deixava pensativo: E se o careca viado me vê sozinho e resolve sentar do meu lado?

Parti para o cinema.. ao chegar na fila me senti meio por fora… estava eu lá sozinho na fila do cinema sem ninguém pra conversar ou pra guardar lugar enquanto eu buscava chocolate, pipoca e refri…

Então comecei a pensar: Quem vai ficar bravo comigo a hora que meu celular tocar… E se sentar um grandalhão na minha frente e eu não conseguir ver nada… e se um casal apaixonado se sentar na minha frente e…

Derrepente tudo que eu estava pensando foi esquecido por uma cena que me surpreendeu:
O careca apareceu acompanhado de uma Ruiva de dois metros de altura…

Dessa vez trocamos os papeis, ele estava acompanhado e eu fui pela primeira vez no cinema sozinho. E vocês costumam ir no cinema sozinhos ? ou isso é só coisa de quem mora sozinho mesmo?

Uma dica pra vocês experimentarem ir no cinema sozinho a primeira vez é pegar a programação do cinema: http://www.VejaSP.com.br/Cinema

Comentem…

Sem categoria Vinicius de Oliveira 25 maio 2010 Nenhum comentário

Casamento x Dinheiro

Esse post é pra pessoas normais, pobres mortais com dinheirinho contado. Se você ta montado na grana, bom, pode dar essas dicas pra algum amigo menos favorecido financeiramente…

Depois de quebrar a cabeça pensando nas Coisas que nós, mulheres queremos em um homem, nada mais justo do que falar um pouco sobre o que queremos desse homem depois que o encontramos…

A resposta, para muitas garotas (não todas, claro, não surtem meninas!), é CASAMENTO.

A resposta, para muitas garotas (não todas, claro, não surtem meninas!), é CASAMENTO.

Nem vou discutir aqui o que leva cada pessoa, seja homem ou mulher, a se casar, cada um tem o seu motivo. Vamos falar um pouco da parte prática do CASAMENTO. Vou escrever CASAMENTO em letras maiúsculas pros solteiros convictos terem um sobressalto toda vez que lerem isso.

O que uma pessoa solteira precisa para se casar? (fora encontrar a outra metade da laranja, obviamente):

Quem casa, quer casa…

Alguns optam por morar na casa dos pais, mas geralmente isso acontece quando o CASAMENTO vem acompanhado da visita inesperada da cegonha e o casal não tem condições para se sustentar no começo da vida a dois. Ou a três. Espero que esse não seja nunca o meu caso, e muito menos o seu. E se não é esse o seu caso (levante as mãos para o céu), comece a procurar um cantinho para morar. No começo, a não ser que você tenha nascido em berço de ouro, tenha dado o golpe do baú ou seja funcionário da receita federal, opte por um apartamento pequeno. Se tiver condições, eu aconselho um imóvel de pelo menos 2 quartos: um para ser seu ninho de amor, e outro pra guardar a bagunça, receber visitas (se seus pais ou sogros moram longe) ou usar como escritório. Tenho um casal de amigos que moram num quarto e sala, far far away, e quando seus pais vão visitá-los, eles cedem o quarto (como bons filhotes que são) e vão dormir na sala.
– Quer festa? Pode colocar a mão no bolso (seu ou do papai)

Casar hoje em dia costuma ser caro. Se for casar na igreja, então, é um gasto a mais. A Igreja Católica (pelo menos na minha cidade) não faz CASAMENTO fora das paróquias, então você tem que arcar também com a decoração. Se não, um gasto a menos. Fora decoração, você vai ter que se preocupar com: decoração do salão, buffet, docinhos, bolo, bebidas, banda ou DJ, lembrancinhas, vestido da noiva ou roupa do noivo (fica mais barato alugar), serviço de foto e vídeo, salão de beleza, etc. Perguntei a uma amiga e ela me disse que está prevendo um gasto de 150,00 por convidado (acho que vai ser um festão). Qual a vantagem de se gastar uma grana em um evento que dura apenas algumas horas? Bom, a lembrança dura para sempre. Esperamos que o CASAMENTO também.

Quem mora precisa sentar, deitar…

A não ser que você seja uma pessoa desprovida de necessidades materiais, que se contenta com um colchão e uma geladeira, você vai precisar mobiliar sua casa. Se tiver feito um festão, é provável que ganhe muita coisa dos convidados. Infelizmente nem todo mundo segue a lista de presentes que vocês, noivos, tiveram o trabalho de montar em algumas lojas, por isso você com certeza vai ganhar uns 4 ou 5 liquidificadores e uns 3 ferros de passar. Se você não for dono de uma casa de sucos, vai ter que trocar os produtos na loja. Normalmente os presentes dos padrinhos costumam ser caprichados, por isso não me convide para ser madrinha, porque eu ando numa pindaíba, e não vou poder te dar uma TV de LCD. Agora, se você não fez festão no seu CASAMENTO, se prepare para gastar um pouco com isso. O básico?


Ou você achou que iria só gastar com a festa ??

1 Geladeira, 1 Fogão (pro miojo de todo dia), 1 microondas (até que dá pra ficar sem, mas vamos lá, é um item que ajuda muito no dia a dia), 1 cama de casal (você agüenta no máximo 6 meses dormindo só no colchão, mais que isso enche o saco), uma mesa e 2 cadeiras, 1 ferro de passar, 1 televisão (a não ser que você queira ter 11 filhos), 1 dvd (é baratinho). Algumas coisas possivelmente você vai trazer da casa dos seus pais, como seu computador, e se tiver sorte, um sofá que sua mãe não queira mais. Utensílios domésticos? Faça um chá bar ganhe tudo!

Dicas para baratear:

– A moradia: morar em casa, dependendo, sai mais barato do que apartamento porque não tem que pagar condomínio. Outra coisa é o tamanho: quanto menor, mais barato. Desvantagem: a casa oferece menos segurança que um apartamento.

– A festa: se você optar por organizar tudo sozinho (ou a dois), vai sair mais em conta do que contratar um serviço de assessoria. Desvantagem: a chance de você pirar é muito maior. Dependendo do nível de estresse, o que era pra ser o Dia Mais Feliz da Sua Vida, vira o Dia da Noiva Surtada. Que mais… ah, DJ’s costumam ser mais baratos do que uma banda completa, flores do campo são mais baratas que rosas na decoração. Bem-casados e docinhos são dispensáveis: bolo com sorvete substitui bem. Se você tem algum amigo que fotografa muito bem e tem uma câmera legal, pode pedir pra ele fazer as fotos do seu CASAMENTO (é um pouco tenso, ele poderia aproveitar a festa ao invés de ter que trabalhar, mas se for um amigo gente fina, pode até se sentir feliz em ajudar.)

– Os móveis: quando eu fui morar sozinha, pesquisei bastante na internet pra ver em qual loja tinha a geladeira mais barata e optei por um modelo que não é frost free, sai bem mais em conta. Desvantagem: ter que descongelar pra poder limpar. Meu colchão eu ganhei de uma tia, e ao invés de um guarda-roupa, ganhei uma arara de um amigo. A arara eu não aconselho, porque as roupas ficam empoeiradas muito rapidamente. Reformei um sofá-cama de um primo, e minha mãe costurou novas capas pras almofadas – a vantagem é que quando vem visita, pode dormir no sofá e ter mãe que costura ajuda a economizar muito: as cortinas também, mamãe que fez.

Enfim, casar é caro? Normalmente é. Dá pra economizar? Normalmente dá. Vale a pena casar? A resposta está dentro de cada um. E você, tem outras dicas pra dar?

Sem categoria Vinicius de Oliveira 04 maio 2010 Nenhum comentário