Archive for dezembro, 2008

Simbologia de etiquetas das roupas – Parte 1

Uma coisa muito importante na hora de lavar roupas é saber o que significa aqueles símbolos das etiquetas. No post de hoje vou tentar ensinar pra vocês os símbolos mais comuns falando o seu significado e acrescentando um breve comentário meu.


– Não lavar, ter cuidado ao molhar
Acredito é uma roupa de papel, ou descartável. Imagina o cheiro que deve ficar depois de usar umas duas ou três vezes e não lavar a roupa.

– Temperatura máxima 40oC
– Ação mecânica normal
– Enxágüe normal
– Centrifugaçao normal
O numero dentro do desenho significa a temperatura máxima.
Acredito que se a temperatura passar de 40o graus você está fritando sua roupa e não lavando ela na maquina.

Temperatura máxima 40oC
– Açaão mecânica reduzida
– Enxágüe, c/ decréscimo gradual da temperatura (resfriamento)
– Centrifugação reduzida
O numero dentro do desenho significa a temperatura máxima.
Na minha maquina de lavar roupas não existe essa opçao de centrifugação reduzida (a de vocês tem?) Como seria enxaguar uma roupa com decréscimo gradual de temperatura? Fico imaginando como minha avó fazia pra lavar as roupas da minha mãe sem uma maquina com uma função dessas.

– Temperatura máxima 40oC
– Ação mecânica muito reduzida
– Enxágüe, c/ decréscimo gradual da temperatura (resfriamento)
– Centrifugação reduzida
– Não torcer
Esse é aquele tipo de roupa que você deve evitar usar porque vai dar muito trabalho pra lavar. Deve ser aqueles vestidos de festa que as mulheres só usam uma vez por ano. Ou aquela jaqueta dos homens que só são usadas quando a mãe vai vir no final de semana e vai lavar nossas roupas.

– Somente lavagem manual
– Não lavar a máquina
– Temperatura máxima 40oC
– Manusear com cuidado
Se você encontrar esse símbolo em alguma roupa simplesmente não compre. Com ela você não vai poder se mexer dentro da roupa.

Alvejando Roupas
Pra quem não sabe alvejar é o mesmo que "branquear" uma peça de roupa, Claro que você não vai querer pegar aquela sua camiseta do Iron Maiden e deixar ela branca.


– Permitido alvejamento com cloro
– Somente solução diluída e fria
Essa é aquele tipo de roupa que você pode lavar, bater na maquina, pisar em cima e jogar na cândida que ela nao estraga. Estilo aquelas camisetas de time que depois de 10 anos ainda tem neguinho usando.

– Permitido alvejamento com cloro
– Somente solução diluída e fria
Cloro, candida, quiboa, em cada cidade tem um nome diferente. Mas lembre-se: só com agua fria … (ou alguém de vocês ai esquenta a água pra lavar roupas???)

Secagem


– É possível a secagem na vertical
Ainda bem né… já imaginou um varal na horizontal

– É possível a secagem na vertical sem torcer
Isso é ótimo, vou começar a procurar roupas com essa etiqueta, é um trabalho a menos ter que torcer a roupas antes de pendurar no varal.

– Secar na horizontal
Essa etiqueta é um pouco vaga, eu nunca vi uma roupa secando na horizontal….
– Não é permitida a secagem em tambor rotativo Eu não tenho a mínima idéia do que seja um tambor rotativo… será que é pra preparar drinks, fazer batidas?

– É possível a secagem em tambor rotativo
– Ciclo normal de secagem com indicador na (temperatura máxima)
Continuo sem entender.. o único tambor rotativo que eu conheço fiz dele uma churrasqueira

– É possível a secagem em tambor rotativo
– Secagem com indicador na temperatura mínima
Esse é outro símbolo que nunca encontrei em nenhuma roupa minha, acho que a descrição dele só serve pra quem trabalha em lavanderia.

Vocês podem falar: “ahn ninguém olha essas etiquetas isso é coisa que algum estilista gay inventou..” ou ainda: “Eu nunca vi a maioria desses símbolos que estão ai nas etiquetas das minhas roupas.. ” Mas no dia que voce estragar aquela calça que custou duzentos conto ou aquela camiseta de cinquentão tenho certeza que voce irá começar a olhar.

Finalizando: Provavelmente esse é o ultimo post desse ano, então desejo a vocês um ano repleto de bebedeiras, festas, churrascos e muito dinheiro (porque saúde a gente corre atrás) prometo que no ano que vem vou atualizar o blog com mais freqüencia…

Finalizando 2: O Morando Sozinho Está concorrendo ao BBB (Best Blogs Brasil) na categoria Universo Masculino. Pra votar tem que fazer um cadastro bem chato, clique no link para votar: www.bestblogsbrazil.com/2008/node/53
Se puderem me dêm uma força lá !!

e Feliz 2009 bêbados.. !

Sem categoria Vinicius de Oliveira 30 dez 2008 Nenhum comentário

Sozinho ou com a familia é melhor morar no interior

Semana passada estive em São Paulo pra participar de um evento. E cheguei a conclusão que a vida na cidade grande não é pra mim, é melhor morar no interior.

Pra quem não sabe eu morei em São Bernardo do Campo (região metropolitana de São Paulo) até meus 18 anos, então mudei pra Jaú no interior de SP pra fazer faculdade.

Veja imóveis em São Paulo

Mas na semana passada fiquei quatro dias em São Paulo e voltei um pouco a rotina da cidade grande: andando de ônibus, metro, comendo coxinha e etc.

Pra mostrar pra vocês como é melhor morar no interior vou listar alguns fatores que fazem a diferença.

Distancia:

Cidade Grande: Parece que tudo na cidade grande é mais longe: na quarta-feira a noite deu vontade de comer um pão de queijo e eu só encontrei em um shopping há oito quarteirões do hotel.
Interior: No meu horário de almoço eu volto pra casa, almoço, e durmo uns 40 min antes de voltar pro escritório. (ps. Tenho 1:30 hs pra almoçar)

Quem de vocês ai faz isso?

Criminalidade

Cidade Grande: Sobre a cidade grande eu não posso comentar muito, pois não tive problemas quanto a isso. Mas um fato que me chamou a atenção é a nova moda do terno + mochila. Eu cascava o bico sempre que encontrava alguém na Av. Paulista andando de terno com uma mochilinha nas costas.
Provavelmente o cara estava levando um notebook, mas pra não dar na cara e não ser assaltado usa uma mochila fingindo levar roupas, cadernos ou sei lá o que.
Interior: Ontem parei no supermercado e deixei o carro aberto com vidro abaixado e o som ligado. Se um dia eu quiser que roubem meu carro pra eu pegar um novo no seguro nem isso vou conseguir aqui.

Baladas

Cidade Grande: Nisso tenho que concordar as baladas da cidade grande são melhores dos que a do interior.
Interior
: Sei lá, são legais mas enjoativas porque temos poucas opções. A única vantagem é que eu entro de graça na maioria delas por causa do g69 (risos)

Pessoas

As pessoas no interior são mais apegadas, são mais solidárias, acho que nos grandes centros falta um pouco disso, você só vê o pessoal andando pelas ruas com fone de ouvido nem olham na cara uma das outras.
Você vai comprar um bilhete do metro e a atendente nem fala um “Bom dia”.

As vezes eu parava em um local pra pedir informações e as pessoas ficavam com receio. Será que eu tenho cara de bandido ??

Me sentia um estranho tipo o Ronald Mcdonald fazendo compras no Burguer King.

As pessoas no interior são mais pacatas, e desculpe falar: são mais bonitas também 😉

Custo de vida

O custo de vida no interior é bem mais barato, uma pessoa que trabalha fazendo a mesma coisa que eu faço no interior ganha muito mais na capital.
Tudo é mais caro.
Até o cachê do G69 seria melhor se a gente fosse da capital.
Mas vamos fazer uma comparação eu tomei um uísque sauer em um barzinho que eu não vou lembrar o nome mas fica na Paulista em frente a Tv Gazeta. O Drink me custou R$ 10,00.
Em uma chopperia aqui na minha cidade a mesma dose sai por cinco mérreis (ou cincão se vocês preferirem) e é claro que a dose aqui é muito melhor do que a que o cara fez pra mim na Paulista.

Vocês que moram na na capital não fiquem bravos comigo, é apenas um comparativo besta de um caipira idiota. Mas eu precisava fazer esse post: muitas pessoas me perguntam porque eu não volto pra São Paulo agora que me formei.

Ps. Não sei como é a vida nas outras capitais, ex. Curitiba, Rio, Salvador, Recife e etc… se for muito diferente por favor comentem.

Sem categoria Vinicius de Oliveira 10 dez 2008 Nenhum comentário